17 maio, 2011

Atenção, pais e mães: governo lança mega-iniciativa para exterminar os direitos dos pais corrigirem a desobediência dos filhos

Atenção, pais e mães: governo lança mega-iniciativa para exterminar os direitos dos pais corrigirem a desobediência dos filhos

Seminário de 19 de maio de 2011 reunirá altas autoridades do governo do Brasil e da Suécia para conspirar maior interferência estatal na relação entre pais e filhos do Brasil

Julio Severo
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados, em parceria com a Embaixada da Suécia em Brasília e a organização sueca Save the Children, realizarão o Seminário sobre Experiências de Legislação Contra Castigos Corporais de Crianças e Adolescentes, que ocorrerá no dia 19 de maio, no Plenário 1 do Anexo II da Câmara dos Deputados em Brasília, DF.
A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República é comandada pela ultra-marxista Maria do Rosário, ministra que se comprometeu a avançar o infame PNDH-3 e está na liderança da implementação da ideologia homossexualista no Brasil. Ela já é muito conhecida como defensora do controle estatal sobre as famílias. Em 2006, com muito esforço e com a cooperação da Frente Parlamentar Evangélica, conseguimos barrar o projeto dela de proibir os pais de usar a vara da correção nos filhos. Mas agora, com o PT governando o Brasil com sua safadeza socialista, Rosário volta a atacar as famílias.
A abertura do Seminário será feita pela rainha Silvia da Suécia. E, como se verá, a participação sueca será em peso no evento.
Em 2010 o governo Lula apresentou o Projeto de Lei 7672/2010 contendo uma linguagem de que “a criança e o adolescente têm direito de serem educados e cuidados sem o uso de qualquer forma de violência, castigo cruel ou humilhante”. O projeto de lei, que está em tramitação na Câmara dos Deputados, está também no olho da atenção do governo.
Seria interessante perguntar ao governo, que tanto interesse tem no aborto e no homossexualismo, se as crianças e adolescentes têm direito de serem educados e cuidados sem homossexualismo e sem aborto.
A preocupação do governo com o direito de os pais corrigirem seus filhos é tão forte que o seminário anti-disciplina de filhos terá participação dos seguintes indivíduos do Brasil e da Suécia:
Maria do Rosário, a suprema ministra dos assuntos gays no Brasil
Marta Santos Pais, representante da ONU
José Sarney, presidente do Senado Federal do Brasil
Marco Maia, presidente do Câmara dos Deputados Federal do Brasil
Cezar Peluso, presidente do Supremo Tribunal Federal do Brasil
Manuela D’Avila, Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados
Ulrika Carlsson, Membro do Parlamento Sueco
Annika Markovic, Embaixadora da Suécia no Brasil
Elisabeth Dahlin, secretária-geral da organização sueca Save the Children
Marie-Pierre Poirier, representante do UNICEF no Brasil
Staffan Janson, Professor, Universidade de Karlstad, Suécia
Carlos Trapani, Coordenador do Programa CECODAP, Venezuela
Eva Waltré, Organização para os Direitos das Crianças na Sociedade, Suécia
Embaixadora sueca Annika Markovic
Para entender a presença em massa de suecos no esforço do governo brasileiro de banir o direito dos pais disciplinarem os filhos, veja os links abaixo sobre a Suécia. Todos os outros links trazem assuntos relacionados diretamente à disciplina física.
Quem puder participar do evento, participe, orando e, conforme a coragem, levando faixas. Favor se comunicar com Elias ou Benedito, da Frente Parlamentar Evangélica, para maiores informações de participação, no seguinte telefone: (61) 3216-6769.
Quem não puder participar, ore para que Deus enfraqueça o poder dos grandes reunidos para conspirar contra as famílias no Brasil.
Envie esta denúncia a pastores, padres e amigos interessados.
Artigos relacionados sobre disciplina física:
Artigos relacionados sobre o estado deplorável da sociedade sueca:

Um comentário:

Ale. disse...

Graaaaaaaaaaaande postagem...
Parabéns pela iniciativa.
Abraços,
Ale.