05 outubro, 2003

Fatos sobre a Educação Escolar em Casa

Fatos sobre a Educação Escolar em Casa



FATOS SOBRE



A EDUCAÇÃO ESCOLAR EM CASA

Brian D. Ray, Ph.D.*
Fevereiro
2003

Ativa e Visível na Vida dos Americanos

· Pelas estimativas, havia de 1.700.000 a 2.100.000 de crianças (da pré-escola até o ginasial) educadas em casa no período de 2002-2003 nos Estados Unidos. A educação escolar no lar parece ainda ser a forma de educação que está crescendo mais rápido.
· As famílias envolvidas no movimento de educação escolar em casa não dependem dos recursos públicos financiados por impostos — provavelmente eles dão uma economia de mais de
10 bilhões de dólares por ano para os contribuintes do imposto de renda dos EUA. 1

Desempenho Acadêmico

· O Dr. Brian Ray, no mais profundo estudo nacional sobre a educação no lar nos Estados Unidos, coletou dados envolvendo 5.402 estudantes de 1.657 famílias. O desempenho acadêmico dos estudantes que recebem educação escolar em casa foi, em média, de modo significativo acima do desempenho dos estudantes de escolas públicas. Além disso, os estudantes educados no lar se saíram bem mesmo quando seus pais não eram professores credenciados e mesmo quando não havia regulamentos governamentais controlando a educação escolar no lar.2
· Os educadores no lar podem ser flexíveis e adaptar ou personalizar o currículo conforme as necessidades de cada criança.
· Em estudo após estudo, as crianças instruídas em casa tiram notas melhores, em media, do que as crianças de escolas públicas (veja a tabela)
.2

....

Leitura

Língua

Matemática

Escolas Públicas

50

50

50

Educação Escolar no Lar

65-80

65-80

65-80

· Para os estudantes deficientes, há índices mais elevados de tempo envolvido na educação escolar em casa, onde eles têm maiores ganhos acadêmicos. “… Os pais, mesmo sem treinamento educacional especial, forneceram fortes ambientes educacionais no lar…” (p. 11).3

Atividade Social e Desenvolvimento Emocional

· Estudando condutas reais em observação, o Dr. Dr. Shyers (1992) constatou que crianças que recebem educação escolar em casa têm significativamente menos problemas de conduta do que crianças da mesma idade que estudam em escolas públicas.4
· Múltiplos estudos mostram que crianças educadas em casa têm conceitos positivos sobre si mesmas
.2
· Estudantes educados no lar regularmente se envolvem em viagens de campo, escotismo e trabalho voluntário, e seus pais (que são seus principais modelos de papéis) têm significativamente mais envolvimento em atividades cívicas do que os pais de crianças de escolas públicas
.2

Adultos que Tiveram Educação Escolar em Casa

· Com relação à capacidade dos estudantes universitários de pensar de modo crítico, os pesquisadores não constataram nenhuma diferença importante entre os que se formaram em escolas particulares, escolas públicas e educação escolar no lar.5
· Um estudo envolvendo adultos que foram educados em casa constatou que nenhum estava desempregado e nenhum estava vivendo à custa dos serviços sociais do governo,
94% disseram que a educação em casa os preparou para serem pessoas independentes, 79% disseram que os ajudou a se relacionar com indivíduos de diferentes níveis da sociedade, e eles apoiaram fortemente o método de educação no lar.7

Para Mais informações
Resoursos importantes do NHERI www.nheri.org: (
1) Worldwide Guide to Homeschooling: Facts and Stats on the Benefits of Home School (book, $9.99), (2) Home Schooling on the Threshold: A Survey of Research at the Dawn of the New Millennium (report, $3.95), and (3) Home-Based Education: The Informed Choice (video, $19.99).

· Brian D. Ray, Ph.D., é pesquisador, escritor e palestrante, ex-professor de educação e ciência, ex-professor escolas do ensino fundamental e ginasial e presidente do Instituto Nacional de Pesquisa da Educação em Casa. O Dr. Ray obteve seu doutorado em educação de ciência na Universidade Estadual do Oregon.

National Home Education Research Institute
PO Box
13939, Salem OR 97309
(
503) 364-1490 fax (503) 364-2827 www.nheri.org
COPYRIGHT ©
2003 by Brian D. Ray To order multiple copies of this fact sheet, contact NHERI.



Notas finais:
1. Ray, Brian D. (2002). A quick reference worldwide guide to homeschooling: Facts and stats on the benefits of home school, 2002?2003. Nashville, TN: Broadman & Holman, Publ.
2. Ray, Brian D. (1997). Strengths of their own—Home schoolers across America: Academic achievement, family characteristics, and longitudinal traits. Salem, OR: National Home Education Research Institute.




3. Duvall, Steven F. (1994, August 30). The effects of home education on children with learning disabilities. A paper presented to the Home School Legal Defense Association..
4. Shyers, Larry E. (1992). A comparison of social adjustment between home and traditionally schooled students. Home School Researcher, 8(3), 1-8.


5. Oliveira (de Oliveira), Paulo C. M., Watson, Timothy G., & Sutton, Joe P. (1994). Differences in critical thinking skills among students educated in public schools, Christian schools, and home schools. Home School Researcher, 10(4), 1-8.
6. Knowles, J. Gary. (1991). Now we are adults: Attitudes, beliefs, and status of adults who were home-educated as children. Paper presented at the Annual Meeting of the American Educational Research Association, April 3-7, Chicago IL. (facts01.d6, 3/11/02; rev. 2/14/03)





Copyright © by NHERI All Right Reserved.

Fonte: http://www.nheri.org/modules.php?name=Content&pa=showpage&pid=21

Tradução e adaptação: Julio Severo www.juliosevero.com

Um comentário:

Pérola disse...

Quando criança, ganhei um caleidoscópio!!!

Como era gostoso girar aquele canudo e ver entre brilhos e cores, nuances de formas das mais saltitantes... quebráveis, misturadas num colorido brilhoso de dar água na boca!!!!

“Qual o nome deste brinquedo, mamãe?” Perguntava quase babando entre um giro e outro a esperar a nova forma que nunca se repetia! E diante da resposta fiel, “ Ca-lei-dos-có-pio”, tentava ligar o nome aquele brinquedo tão futurista, pois nada se repetia, e me parecia sempre avançar em uma nova forma, colorido e brilho.

Deveriamos ter Escola Caleidoscópio... aquela em que exigindo sempre um movimento nos apresenta mais cor, mais brilho e mais nuances... e sempre dando aos nossos olhos uma esperança de novas formas.. quem sabe até chegar ao pleno da beleza que só encontraremos perfeita naquEle Lugar onde o Senhor foi preparar para nós. Na casa do Pai.

Eu poderia arriscar dizer que Escola em Casa é este caleidoscópio que me remonta ao tempo de inocência... Que bom...
Zanza dEle eternamente...